Um apetite por prazeres sensuais nunca deve ser negado... 

Lily Ellis tinha curvas suaves belas curvas. O tipo de corpo voluptuoso que Travis Carson temia, o homem que ela sempre amou de longe, sempre desejou. Mas Lily está preste a ser provada do contrario. Sua aventura sensual começa quando, apesar de suas inibições, a recatada decoradora de interiores de San Francisco concorda em desfilar um vestido tamanho grande para sua irmã, designer de moda. 

Observando a beleza sensual desfilando na passarela com poder hipnotizante, Travis não pode acreditar que é a mesma Lily que sempre conheceu e sempre rejeitou. Em um redemoinho de atração elétrica, Lily está logo gemendo o nome de Travis em sua cama, não apenas em suas fantasias selvagens. Mas Lily é muito consciente de que é nada parecida com as amantes dele do passado... E agora ela tem uma chance, finalmente, e está torcendo que Travis goste do que vê e sente.  

Determinada a vencer Travis em seu próprio jogo, protegendo seus verdadeiros sentimentos de amor e desejo, ela espontaneamente entra como parceira com ele em um negócio que leva todo o caminho para a Itália. No calor sedutor do sol da Toscana, Lily está preste a descobrir seu verdadeiro eu, e jogar um jogo de desejo com o Travis de sangue quente. Será que ela vai ser queimada por um êxtase que é tão avassalador que a tem vendo estrelas? Ou será que Travis abrira seu coração para o amor sensual, emocionante, durador que ela tem para oferecer?

Comentários:
Em busca de uma nova leitura, olhando entre vários títulos... achei "Leve-me".

Abri o arquivo e quando li a sinopse, me dispus a ler.

Admito, para minha vergonha que não me atentei ao nome da autora.

Quando o livro já estava praticamento no meio da leitura, minha cunhada Lidy perguntou o que eu estava lendo... Admito, só então fui olhar direito o título e o nome da autora.

O mais engraçado é que vi tantas vezes livros dessa autora, e sempre tinha curiosidade, mas como minha fila de espera está enorme... deixava para uma próxima vez.

Pois bem, finalmente tenho sob meus olhos um livro de Bella Andre.

                                         _____________________


Agora vamos ao livro:- Cuidado pode ter Spoiller

Travis Carson é um idiota, não um idiota comum... mas um idiota².

Suas atitudes rivalizam e muito com os ogros da titia Palmeirão e se eu realmente não tivesse acesso às suas lembranças, nenhuma explicação seria aceita por mim, por seu comportamento cruel e desumano.

Lily é uma sobrevivente, seus medos, anseios, sua dor e sua constante superação me fizeram gostar dela, mesmo que em vários momentos ela tenha "vacilado", eu entendi o quão profundo são seus traumas.

Quando finalmente achamos que Travis achou seu próprio caminho e Lily entendeu seu lugar no mundo e nos braços de Travis...

Boom, Travis definitivamente consegue dar vida ao pior pesadelo que poderia existir entre os medos de Lily...

Lágrimas presas na garganta, dor e muita revolta, descrença... o regresso emocional é tão forte, que eu, sim Lady d'Arques, fiquei sem saber se poderia ter um final feliz.

Os temores de Lily ameaçam a vida real...

Toscana ficou para trás com sua magia e seus milagres.

O perdão veio rápido, quase uma brisa... e os dias correndo.

As inseguranças de Lily quase colocam tudo a perder.

Finalmente Travis faz algo correto.

E o final além de supreendente é uma prova de que com o chacoalhão certo, uma pessoa pode finalmente enxergar a si mesma e ter uma auto-estima tão elevada quanto qualquer mulher deveria possuir.

Sim, eu gostei muito do estilo da autora e claro que quero ler a história de Janica e Luke.

Nota 8.

3 comentários:

Lidy disse...

"Travis Carson é um idiota, não um idiota comum"
É, a sinopse me fez pensar que ele podia dar mãozinhas aos mocinhos de tia Diana. :(

Acho que a Lily deveria ter mandado esse moço ir pastar. Imagine, ele só olhar para ela depois que a vê desfilando - quando percebe que ela é gostosa - é o mesmo que ele ter olhado depois de ela ter perdido peso e tomado um banho de loja. Por outro lado, a falta de autoestima dela pode ter gritado "vítima" - e ela recebeu esse tratamento porque deixou.

Bjos

Bjos

Mara disse...

Haha Cunhada!

Na verdade Lily é um atropelo a si mesma, se é que é possível...

Travis pisa na bola e muito... mas, a Lily precisou um tratamento de choque pra acordar pra vida.

Lendo é claro, que eu entendi o porque de Travis trata-la como a tratou...
Sim, um complexo bem forte como o pessoal do Jacobsville costuma ter...rs

Pra variar, não é dificil entender porque aprovei a leitura... sou fã da DP... e é simples assim!!!!

Lidy disse...

Ah, cunhada, eu tô com tolerância zero pra mocinhos babacas e mocinhas bobas. :(

Bjos

Postar um comentário

Olá sejam Bem-vindos! E por favor deixem seus comentários.

Subscribe