Quando a pureza e a paixão colidem…

 A babá Maisy Edmonds fica furiosa quando um estranho tenta usurpar um de seus órfãos e ainda roubar-lhe um beijo ostensivamente!

O infame magnata russo Alexei Ranaevsky seria realmente o padrinho da criança?


Meu Comentário:

Esse é um daqueles livros difícil de resenhar. Primeiro porque a resenha nos induz por um caminho, mas quando começamos a ler, não é nada daquilo que esperamos.

Quando li essa sinopse, entendi que ela tinha um orfanato e que o russo infame vinha para roubar um dos seus orfãos.

Bem, Maisy em primeiro momento me pareceu uma desocupada que vivia as custas de uma amiga do colégio interno. Ao receber a notícia que a amiga e o marido Leo haviam morrido, ficou esperando que algum parente viesse buscar Kostya para ela poder partir.

Alexei chega e a química é potente, no entanto, como eu, Alexei acha que está lidando com uma aproveitadora, mas ao perceber o apego do pequeno Kostya, acaba levando Maisy com eles para sua Villa Italiana.

A convivência nos mostra, e obviamente à Alexei também, que Maisy não é quem a princípio pensamos ser.

O tempo todo Alexei trata Maisy como a amante, que deve ser escondida, inclusive tem pesadelos sobre isso.

Nós sabemos, Maisy não... A mãe de Alexei foi uma prostituta que saiu uma bela noite e nunca mais voltou e ele tinha apenas 7 anos.

Nesse tempo ele conhece o pai de Kostya e mais treis amigos e formam a fraternidade. Creio que deve ter livros de mais dois casais, e gostaria de ler eles.

Bem, sintetizando:

Alexei trata a Maisy em 97% do tempo como uma amante, e uma amante que nem sabe se vestir e muito menos se comportar.

Após uma conturbada festa no iate, as coisas finalmente chegam num ponto insustentável e num momento crucial onde é a hora de lavar a roupa suja.

Alexei tem seus motivos, mas não me convenceu e apesar de Maisy ser meio vítima, achei estranho nunca se comentar aonde ela conseguia o pouco dinheiro que tinha.

Enfim, nota 4.
 


     

3 comentários:

Lidy disse...

Cunhada!

Vou passar longe! Aliás, todos os Jessica parecem ser ruinzinhos... afff

Bjos

Mara disse...

É, cunhada fuja mesmo... porque esse é dos bravos.

Lidy disse...

Mas um russo que tem uma villa italiana deveria ser muito bom... *chora*

Bjos

Postar um comentário

Olá sejam Bem-vindos! E por favor deixem seus comentários.

Subscribe