Você pode até fugir da sepultura, mas não pode se esconder para sempre...
A meio-vampira Cat Crawfield é agora a Agente Especial Cat Crawfield, trabalhando para o governo para livrar o mundo de mortos-vivos mal intencionados. 


Ela ainda usa tudo o que Bones, seu ex-namorado sexy e perigoso, ensinou a ela. Mas quando Cat torna-se alvo de assassinos, o único homem que pode ajudá-la é justamente o vampiro que ela abandonou. 

Estar perto dele desperta todas as suas emoções, desde a adrenalina ao matar vampiros ao seu lado à temerária paixão que os consome.

Mas o preço por sua cabeça – Procura-se: morta ou meio-morta – significa que sua sobrevivência depende de unir-se a Bones. 

Não importa o quanto tente manter as coisas profissionais entre eles, Cat irá descobrir que o desejo dura para sempre... E que Bones não vai deixá-la fugir novamente. 

Meu Comentário:

Bem, bem aqui vamos nós para mais um livro da série Night Huntress, o famoso Bones.

Apesar de minha primeira resenha te sido positiva, eu admito que o final me decepcionou. Eu realmente não podia acreditar que a Cat tinha feito o que fez, apesar de saber os motivos que a levaram à isso.

Então, comecei esse livro bem cautelosa e admito que me senti frustrada por um bom par de capítulos.

O caso é que Jeaniene Frost tem uma forma de escrever que é capaz de te fazer continuar lendo, mesmo não gostando do que está acontecendo.

A cena do casamento da Denise, melhor amiga de Cat, com o Randy é onde realmente começa a ação, e cá com meus botões deve-se a chegada do Bones...rs, daí em diante é se segurar porque são fortes emoções numa dinâmica de tirar o fôlego.

Eu realmente preciso ter cuidado ao resenhar essa série, porque inexplicávelmente tudo o que escrevo pode virar um Spoiller ENORME, e nem sempre do bem.

São detalhes que se encaixam, e de uma inteligência de nos deixar de boca aberta, e eu confesso que ver Bones antecipando os passos de todo mundo é uma das melhores partes.

Ainda bem que ele tem a Cat para tirar ele do prumo, ou a vida dele seria um imenso tédio.

Bom, ver Bones negociando com Don foi uma cena que super vale a pena. Mas ver a cara do Ian quando Cat vence o Zumbi-Mor apenas vestida para matar (leia-se vestido de festa e salto alto de prata), é impagável.

Agora gente, meu coração ficou na boca quando ela desafiou Max (e esta Bones não antecipou), e quase colocou tudo a perder.

Bones realmente salvou a situação, mas eu fiquei apavorada esperando a decisão da Cat. Oh! isso pode se chamar "momento sufoco", imagino que se Bones tivesse um coração ele teria falhado algumas batidas...rs.


Bem, o fato de eles conseguirem "salvar" Dave me levou às lágrimas 

E apesar, de ser "marrento" eu gosto do primeiro capitão da Cat, o Tate

Sem sombra de dúvida a Annette é bilhete para grandes problemas.

As cenas hots desse segundo livro são bem mais ousadas, e ver Bones se empenhando para se tornar inesquecível é de sacudir as estruturas.

Enfim, essa série é diferente de tudo que já li e me surpreendeu e muito.

Xeretando por aí, fiz algumas descobertas interessantes e assustadoras:-


  • no 3º livro aparece Vlad Tempesh (meio vilão), que por encantar, acabou ganhando sua própria trilogia. (informação extraída do Romances in Pink, blog da Tonks.

  • Já Denise (por alguma razão que logicamente ainda não descobri), tem seu próprio livro paralelo (creio ser uma das perdas citada na resenha da Tonks do link acima), o provável motivo.

  • Mencheres (o pai de todos, já que é o Vampiro que deu origem a esta geração ao qual Bones pertence), tem um livro paralelo, e pasmem com uma mortal, e isso parece muito interessante, visto que Cat acha que ele não conta a idade em séculos, mas sim em milênios. 
 
Para finalizar, é um excelente livro pra quem curte seriados de ações com muitos efeitos especiais. Espero que algum produtor descubra essa série e faça a alegria da galera.

Nota? Ah... nem preciso dizer né? Olha o tamanho dessa resenha...rsrs. É claro que é 10.


Trilha sonora It's Your Love - Faith Hill e Garth Brooks ( essa música fala que o amor é mais forte e é o que os une).

Ps. Mais uma vez gostaria de agradecer à amiga Andrea Jaguaribe por esse mimo, muito bem degustado e apreciado. Gracias amiga!

 

7 comentários:

Lidy disse...

Aaaaahhhhhhhhhhhhhh Booooooooonnnnneeeeesssssss!!!

Cunhada, como sempre, você arrebenta! E pode continuar escrevendo as resenhas grandes, assim a gente aproveita mais!

Bjos

Mara disse...

kkkkkkkkkkkkkkkkk... escrevi tão empolgada... que acho que misturei tudo...rrs

Mas se você aprovou... tudo bem.

bjos
Mara

Lidy disse...

Aprovei... preciso criar um selo pra isso! kkkkkkkkkkkkk

Bjos

Mara disse...

boa... um selo pra isso... ia ser bom!

Lidy disse...

kkkkkkkkkkkkk Afff, preciso de um Photoshop!

Bjos

Mara disse...

Photoscape mesmo serve...rrs

Alexis Leehlan disse...

Mara, Mara, Mara... eu to lendo o # 1 ainda, mas morrendo pra comprar esse. Me fala se meu pobre core aguenta? Ain minha santinhas das leitoras aflitas.

Excelente resenha, como sempre, e se dependesse só de mim, podia soltar spoiler sempre, pois adoro, kkkk

Bjus

Postar um comentário

Olá sejam Bem-vindos! E por favor deixem seus comentários.

Subscribe