Desperte Comigo ( versão Amanhecer Contigo)


O amor deles sobreviveria à dura realidade?

O acidente que deixou Blake temporariamente sem sentir as pernas também havia roubado sua vontade de viver. 


Seria necessário uma mulher cuja alma estivesse tão paralisada quanto a dele para trazê-lo de volta à vida. 

Dione Kelley era sua última chance... Ela sabia disso, e entendia o desafio que o caso dele apresentava.

No entanto, o que ela não imaginava era que, ajudando Blake a superar a desilusão e recuperar as forças, ela pudesse expor as próprias dores e despertar a cura de si mesma… 

Meu Comentário:

Dione se alista para uma guerra; afinal fazer Blake Remington andar é um dos maiores desafios de sua carreira, principalmente porque Blake se recusa a acreditar na própria recuperação.

Recrutada por Richard, cunhado de Blake, porque ele definitivamente quer Serena, a irmã de Blake, sua esposa de volta; no primeiro embate Dione desafia Blake para uma queda de braço, e é claro que ela vence, afinal ela é uma levantadora de pesos... Mas, Blake ainda não precisa saber disso, né?...rsrs.

Em uma luta diária de dor, determinação e devoção Dione nem percebe que caminha a passos largos para sua própria reabilitação; pois a 12 anos Dione foi vítima de muita violência (inclui-se estupro nesta lista), o que a transformou em uma pessoa cautelosa e acima de tudo inacessível emocionalmente.

São páginas de emoções fortes, mas principalmente de uma lição de vida, superação.

Linda Howard é uma mestra, seus livros são assim, muitas vezes os personagens se tornam tão reais e os sentimentos afloram crús e latentes, e nesses momentos sinto meus olhos rasos d'água.

Dee, como Blake carinhosamente a chama, é tão solitária que dói ouvir-lhe os pensamentos.

Blake faz um excelente trabalho, consegue quebrar suas muralhas de proteção e finalmente tocar Dee de forma tal, que estar em seus braços é como o ato de respirar, imprescindível.

E quando, finalmente acreditamos ser possível o  "Felizes para Sempre", a dor e a separação fazem as vezes do antisséptico para curar por completo a ferida exposta.

As batalhas de Blake parecem nunca findar, somente sua persistência, o amor e a liberdade fazem Dee finalmente acreditar em seu amor e finalmente temos aquilo que buscamos desde a 1ª página... "Ser Feliz".

Nota 10

Ps.¹ Trilha sonora:- Gravity - Sara Bareilles 

" Você me amou porque sou frágil,
Quando eu pensei que eu era forte.
Mas você me toca por um pequeno instante,
E toda a minha força frágil se vai."


 Ps.² Sei que a maioria gosta do pedido de casamento como cena mais bela desse livro, no entanto eu prefiro quando o rubi volta a quem pertence de direito:-

Spoiller (não leia, se não gosta de Spoiller):


Quando estavam no carro, Blake ficou longo tempo observando-a. Francine e as crianças tinham se despedido deles na casa e não haviam saído para a neve, de modo que estavam sozinhos. A neve havia coberto já as janelas, envolvendo-os como um branco casulo.


Blake enfiou a mão no bolso.


- Tenho algo para você - murmurou. Tirou o coração de rubi e o fez oscilar ante seus olhos - Mais vale que fique - disse enquanto se o fechava ao redor do pescoço - Não tem voltado a funcionar bem desde que tentou me devolver.


As lágrimas queimavam os olhos de Dione enquanto o coração de rubi se deslizava até pousar entre seus seios.


- Te quero - disse com voz trêmula.
- Eu sei. Passei alguns maus momentos quando você me devolveu o coração, mas depois estive pensando e me dei conta do quão assustada estava. Tinha que te deixar ir para te convencer de que te queria. Deixar que montasse sozinha nesse avião foi o mais duro que fiz em minha vida. Comparado com isso, aprender a caminhar de novo foi uma brincadeira de criança.


- Te compensarei - sussurrou ela, lançando-se em seus braços.

3 comentários:

Lidy disse...

Ahhhhhhh, cunhada, eu já queria ler esse livro, agora depois dessa resenha arrasadora eu fiquei doidinha!!! *-*

Adoro essas histórias de superação, principalmente quando os dois vão se recuperando com a ajuda um do outro. Nem conheço Dione e Blake, mas já gosto deles! kkkkkkkkkk

Bjos

Nadine Gail disse...

LH sempre consegue nos conduzir ao sentimento de cada personagem. Já é uma marca registrada da autora!
Adorei os spoilers rs
Beijos Mara!

- As Leituras da Pin-up

Alexis Leehlan disse...

Sou suspeita pra falar por que adoro a LH!!!!
Bjus Mara, e feliz 2013!!

Postar um comentário

Olá sejam Bem-vindos! E por favor deixem seus comentários.

Subscribe