Às vezes, os casamentos podem ter os mais estranhos efeitos sobre as pessoas. Que outra explicação haveria para Sissy Mae Smith acordar na cama de Mitch Shaw no dia seguinte ao casamento de seu irmão? 

Ou para um grupo de pistoleiros tentar matar Mitch, e ela ter que levar aquele homem teimoso e irresistivelmente sexy até a terra natal de sua alcatéia para mantê-lo a salvo?

E não ajuda nem um pouco o fato de o olhar penetrante de Mitch fazer com que Sissy se sinta a criatura mais desejável na face da terra, e de ele de repente começar a se comportar de modo tão possessivo em relação a ela...

Mitch é um policial infiltrado prestes a testemunhar contra perigosos malfeitores. Ainda mais preocupantes do que os atentados de que foi alvo, são as fantasias excitantes e proibidas que ele tem tido com a mulher atrevida e de língua ferina que o salvou, e que ainda por cima é cobiçada por todos os homens da alcatéia à qual pertence. 

Mas Mitch tem seu orgulho, e pretende fazer Sissy entender que, quando um felino escolhe uma companheira, tudo o que ela precisa fazer é ronronar, se entregar e viver uma paixão alucinante...

Meu Comentário:

Leia esse livro apenas se tiver a mente aberta, apesar de não ter cenas muito chocantes, o conceito metamorfo da autora surpreende e para as desavisadas de plantão,  o fato de eles serem metamorfos  po si só, já seria um fato chocante.

O senso de humor é uma constante, a relação conturbada das famílias um caso à parte.

O apetite do Mitch (leia-se, leão) é insaciável e posso garantir que é em todos os sentidos...rs.

Andar de carro com as lobas (leia-se, Sissy) é um grande desafio, e a versão Rally da cidade é inédita e muito perigosa... ousaria dizer apavorante.

Ralf, o crocodilo também rouba a cena, além de algumas caças...rs.

Sei que o livro muito provavelmente foi mutilado, pois em alguns momentos sentia como se tivesse pulado partes, mas nada que atrapalhasse o meu entendimento.

Foi uma leitura inusitada, em alguns pontos surpreendentes, mas como fui introduzida no mundo sobrenatural pela minha amada cunhada Lidyane Dutra e as amigas Andrea Jaguaribe, Alexis e Rafaela, confesso que curti bastante a leitura e me serviu como um excelente aperitivo.

Nota 9.

3 comentários:

Lidy disse...

Uau, cunhada! Parece bão! Não sei se gostei mais do leãozinho ou do crocodilo! kkkkkkkkkkkkkkkkkk

Será que é parte de uma série? Essa história de irmão casando... ai ai! A Shelly Laurenston também escreve sobre dragões, mas como nome G.A. Aiken, e alguns foram lançados aqui. Tenho que procurar. kkkkkkkkkkk

Que bom que você está gostando do apavorante mundo sobrenatural! *buuuuu* rs

Bjos

Mara disse...

Lidy!

Se eu não te amasse tanto, confesso que ficaria irritada com você, no entanto eu te amo, e por isso te perdoo por ter me inserido nesse mundo que me apavora...rs.

Quanto à autora parece ser série sim, pois tem vários casais na história, e já vi lançamento desses livrinhos de dragão, e admito queria muito ler um desse.

bjos
Mara

Rafaela disse...

Uia realmente parece ser muito bom!

Eu que adoro um sobrenatural, tô feliz que nem pinto no lixo por ter ajudado a te trazer para o nosso mundo fantástico cheio de TdB's de outro mundo (literalmente rsrs). =D

Tbm me passou a impressão de ser série.

Achei o crocodilo bem inusitado! Leão eu já tinha lido. kkkk

Bjs

Postar um comentário

Olá sejam Bem-vindos! E por favor deixem seus comentários.

Subscribe