Nas Sombras da noite em Caldwell desenrola-se uma sórdida e cruel guerra entre Vampiros e seus carrascos os Lessers.

Há uma Irmandade Secreta, sem igual, formada por seis Vampiros defensores de sua raça.

Possuído por uma besta letal, Rhage é o membro mais perigoso dessa Irmandade, pois seu apetite é o mais voraz, é o melhor lutador, tudo por conta da maldição lançada sobre ele pela Virgem Escriba.

Possuído por esse lado sombrio, Rhage teme constantemente que o Dragão dentro de si seja liberado, convertendo-o num perigo letal para todos os que estão à sua volta.

Meu Comentário:

Eu realmente não sei por onde começar.

Bem, ouvi dizer que esse realmente era o maior efeito que os Adagas Negras podiam ter sobre os leitores... fazê-los literalmente perderem o rumo.

Eu resisti bravamente, por anos, mesmo sendo pressionada, chantageada e outras coisitas más, eu realmente me recusei a ler qualquer coisa que se referisse aos IANs.

No entanto, à algumas semanas atrás, num bate papo no Facebook surgiu a proposta de fazermos um Clube Literário de livros sobrenaturais.

Criado o grupo ALMA Imortais, (diga-se de passagem que o grupo é secreto no Facebook, qualquer semelhança com a Irmandade é mera coincidência...rs), eu já me vi quebrando várias promessas e lendo livros que jamais em sã consciência eu sequer passaria perto.

E qual não foi minha surpresa após o último debate, que propuseram um livro da JR Ward para o próximo debate.

Eu realmente, não vou mentir, votei em outro livro e fiz questão de deixar bem claro que não queria ler.

Inclusive hoje, sim o debate será hoje em torno das 20:00 hrs. eu deveria estar viajando.

Claro que seria um absurdo eu, como uma das administradoras do Grupo não ler o livro e ainda me negar a participar do debate. E por esse motivo, a viagem foi adiada e eu li o livro do Rhage.

Entendendo os Meninos... se é que isso é possível...rsrs.:

Pra começar é preciso um Glossário para ler IAN, e como os termos são muitos e regras infinitas, vou apenas resumir o que eu entendi dos 6 Irmãos das Adagas Negras...

Ah na verdade serão 8 descrições, já que não resisti e coloquei a descrição de Butch O'Neil e John Mathews.



Wrath 
É enorme, de cabelo escuro, e o último ser que alguém gostaria de enganar.
Entra nos lugares como se possuísse o mundo todo.
É a personificação de um Imperador.
E na realidade o é: O Rei Cego
O último vampiro puro-sangue que há no planeta. Um governante de raça.

Tohr
Um homem grande, de cabelos negros cortado como nas Forças Armadas, ombros largos lhe marcam com uma pessoa de mau humor, e seus olhos de um azul escuro conta outras histórias.
Um guerreiro duro, surpreendentemente empático e realmente agradável.
Líder oficial da Irmandade desde que Wrath subiu ao trono.


Rhage
Cabelo loiro cortado mais curto atrás e mais longo na frente, olhos azuis da cor da água do mar das Bahamas.
Sua face faria Brad Pitt se sentir um patinho feio. 
Fascinante seria a palavra correta para descrevê-lo. Algo escuro e letal ferve detrás de um reluzente exterior, e isso se nota no instante em que o vê. 
Não bebe, não fuma, mas corre entre as damas como nunca se viu.

Vishous
Um guerreiro que tem o poder de ver o futuro e ler as mentes.
Tem uma tatuagem sobre o olho, o que o torna ainda mais misterioso é que quase nada se sabe sobre seu passado.
Fã do Red Sox, peito musculoso, braços grossos, usa uma luva de couro, que cobre completamente sua mão esquerda tatuada.
Melhor amigo de Butch.


Butch O'Neil
É um guerreiro por natureza. Um ex-policial da homicídios que leva uma vida dura. 
É o único humano ao que foi permitido acessar o círculo íntimo da Irmandade da Adaga Negra. 
E quer se aprofundar ainda mais no mundo dos vampiros... quer alistar-se na guerra territorial contra os Lessers.
Não tem nada a perder, seu coração pertence à Marissa que ser recusa a sequer vê-lo, então ao menos pode brigar ao lado de Vishous seu melhor amigo e seus irmãos.

Phury
Um cavalheiro refinado não apenas por suas roupas atraentes... ele é dono de uma cabeleira assombrosa, longas ondas grossas, vermelhas e marrons escandalosamente formosas.
Seu olhar amarelado, brilha como ouro à luz do sol, e o mais espantoso é que ele é celibatário e isso é um mistério total.
Gêmeo do Zsadist.

Zsadist 
A face cheia de cicatrizes com escuros olhos brilhantes, são apenas a ponta do iceberg para a bizarrice. 
A cabeça raspada, as tatuagens ao redor de seu pescoço e punhos, piercings apenas completam o look para nosso temerário guerreiro.
Z foi sequestrado de sua família quando criança e vendido para algum tipo de escravidão; e essa experiência o transformou em nada mais do que escuras emoções presa em uma pele estragada. 
Se você sabe o que é melhor pra você, melhor sair do seu caminho.
Simplificando: 
Zsadist...
Frio como pedra. 
Mesquinho como uma serpente. 
E imprevisível como o inferno.

John Mathews
Um adolescente de cabelos escuros e pele pálida, tão magro que chega a ser esquelético, tão belo que não parece ser humano.
Belas mãos, graciosas e delicadas.
Em sua primeira aparição usa uma pulseira de couro, com marcas ordenadas, algumas misturas de hieróglifos e caracteres chineses.
Posteriormente é adotado por Tohr e sua Shellan.

Vamos ao livro:

Rhage é o Belo e a Fera, num único contexto, corpo e personalidade.

Impossível dissociar ele de seu dragão, sim aquele que está tatuado nas suas costas e que a Mary as vezes vê se movendo sob a pele e sorrindo, que tem voz quando os olhos do Rhage ficam brancos e é mega-possessivo em relação à Sua Mary.

Confesso que diante da possibilidade de ser quebrada a maldição me senti um tanto orfã, principalmente depois de Mary ter transformado o dragão, segundo as palavras do Butch em um animal de estimação.

A entrega de Rhage é plena e absoluta, o amor que sente por Mary é colocado acima de tudo e é testado além dos limites.

Dizer que odeio a Virgem Escriba é apenas engrossar o coro que grita a plenos pulmões pela internet, e como é o primeiro livro que leio da série, sei que terei muito mais motivos pra aumentar esse ressentimento.

Sim, eu acabo de confessar que lerei outros livros, e sei que serei motivo de piada pelas amigas do grupo...rs. Mas é impossível ler o Rhage e não caminhar a passos largos para o livro do Zsadist.

Mary é um personagem complexo, e que passou por sofrimentos tão profundos, que sinceramente a admiro, sobreviver ao sofrimento da morte da mãe e em seguida ser convocada a lutar com um câncer avassalador dentro de si mesma, a faz uma guerreira digna da devoção e do amor do Rhage.

A trama é um quebra-cabeça interessantíssimo de ser montado. A apresentação dos Irmãos sob o escrutínio de Butch é realmente uma jogada de mestre.

A Ward é realmente dona de uma mente prodigiosa e estava muito inspirada quando criou essa Irmandade.

Enfim, se você quiser ler um livro onde o amor é incondicional, a confiança é sempre uma constante, além da abnegação ser uma certeza, leia AMANTE ETERNO.

Prepare-se para chorar e amar, porque como eu bem temia, ler IAN nos leva por um caminho sem volta.

E como o Rhage, se controla pra não sucumbir ao dragão, eu estou me controlando para não sair devorando todos os livros de uma só vez.

Nota 10.

Ps. Música para a leitura foi Nightmins - Missy Higgins.

6 comentários:

Alexis Leehlan disse...

Sabia q vc ia ADORAR o Rhage. Se joga com vontade nos outros,amiga.
Bjus

Lidy disse...

Rhaaaaaaaaaaaageeeeeee!!!!

Cunhada, que bom que você gostou! kkkkkkkkkkkkk

Bjos

Suelen Mattos disse...

Eu sabiaaaaaaaaaaaaaaaa que vc ia amar a Irmandade. Mas ainda não acredito que vc pulou o livro do rei Wrath...... Leia esse tb, hehe!!!!!

Livro nota 10.... eu já sabia, hehe!!!!

OBS: Adorei o resuminho com a descrição dos irmãos!!!

=)

Rafaela disse...

*coro de aleluia* aaaaaaaaaaaaaaahhhhhhhhhhhhh FINALMENTE os Adagões te pgaram de jeito, Marinha!!!!! Agora que vc foi picada pelo bichinho da IAN, nunca mais vai onseguir se livrar! hahahaha #amomuitotudoisso ^^

Leia o primeiro tbm, é ótimo!

Quero ver suas outras resenhas dos outros Irmãos, tá? ;)
Bjs

giane disse...

rrsrrsr adorei sua descrição dos irmãos...
quando começamos a ler é tão enlouquecedor que deixamos passar alguns detalhes,e agora lendo me dei conta disso.
espero que vc continue nos presenteando com mais resenhas dessa série como de outros livros tbém
bjos

Andrea disse...

Beleza de resenha!!!!!! Ainda bem que você sucumbiu aos irmãos!!!!! Claro que você vai odiar, muito, com todas as suas forças aquela FDP da Virgem Escriba e vai se irritar com os rumos da prosa da Ward em vários livros, mas não vai largar nunca!

Espera chegar no Z e aí você tá perdida de vez! kkkkk

Bjs!

Postar um comentário

Olá sejam Bem-vindos! E por favor deixem seus comentários.

Subscribe