Poderoso e Ardente

O Homem mais Lindo do Mundo!

Duncan Patrick:
CEO e avarento.
Objetivo: Perder o mau-humor.
Plano: Encontrar a amante (temporária) certa.

Duncan não gostava de ser cobrado, pois era ele quem deveria cobrar das pessoas. Entretanto, o conselho de diretores de sua empresa fizera uma exigência definitiva: ele deveria mudar sua imagem pública.

Ao conhecer Annie McCoy, uma doce e inocente professora de jardim de infância, Duncan soube que ela iria lhe proporcionar a aura de um perfeito anjo, mesmo que para isso fossem necessárias artimanhas diabólicas.

Convencer Annie a assumir o papel de amante não tinha sido um grande problema, mas agora ele precisava torná-la sua esposa na vida real. Poderia um executivo rabugento cultivar o encanto necessário para conquistar o coração da mulher que ele quase destruiu?

Meu Comentário:

Duncan aparece como um avarento ao mundo, mas na realidade é um homem ferido e desiludido.

É encantado ver como a Annie questiona as convicções do avarento e o coloca em sérias dúvidas.

Com várias mudanças de comportamento, vemos o amor e a confiança evoluindo e nos dando um romance inesquecível para degustar.

Com uma declaração de amor pra lá de original temos um final perfeito!

O fato é o seguinte, Duncan está desesperado à procura de Annie, e a prima se recusa a dizer onde ela está daí temos o trecho abaixo:

_ É Natal - argumentou ele. - Uma época para milagres. Você não pode acreditar que eu mudei?

_ Eu não sei - Admitiu ela. Duncan fitou os olhos de Jenny.

_ Eu adoro o fato de que Annie venderia a alma para salvar o irmão. E quando ela está muito estressada, recorre aos M&M'S. Adoro que ela nunca se tornou boa na arte de andar em saltos altos, de modo que as vezes precisa agarrar-se à parede para não tropeçar. Amo o jeito que Annie vê o melhor em todas as pessoas, até mesmo em mim, e acredita que tudo é possível.

Ele pigarreou.

_ Adoro como ela deixou você, Julie e Kami morarem na sua casa, e o fato de ter aceitado um freezer novo porque isso alimentaria vocês três, mas recusou minha oferta de pneus novos que lhes proporcionariam segurança. Amo como Annie sorri para os alunos, como se preocupa sobre ser um exemplo. Adoro como ela cuida do mundo. Mas quem cuida dela? Quem assume o comando de certas situações, quando Annie precisa descansar? Eu quero ser esse homem, Jenny. Quero ser o homem da vida dela.

Fininho que satisfaz. Nota 10.

6 comentários:

ALEXIS disse...

Mara amei a resenha. ain eu quero ler esse livro!!!!!

Lariane disse...

Bommmm né?

Susan Diva ;)

Beijo,
Lariane - www.leiturasedevaneios.com.br

Suelen Mattos disse...

Aiiii, adoro esse livro. Está na minha lista de procurados. Tenho fé que um dia eu o encontrarei perdido num sebo da vida, hehe!!!

Mara disse...

Alexis!

Leia amiga vc vai amar o Duncan!

Mara disse...

Oi Lari!

Vi sua dica no blog e corri atrás... amei de verdade!
bjos

Mara disse...

Suelen!

Sim amiga, super vale a pena! O Duncan é um fofo!

bjos

Postar um comentário

Olá sejam Bem-vindos! E por favor deixem seus comentários.

Subscribe