O Destino de um Cowboy

Uma herança do destino?

O texano: J.D. Pruitt, — um genuíno homem do Texas.
A bela vaqueira grávida: Kate Owens. Linda e delicada como um anjo barroco, não demonstrava, à primeira vista, o espírito combatente que a faria assumir sozinha uma gravidez tão desejada.

J.D. não imaginara que um dia fosse trabalhar lado a lado com uma mulher tão encantadora. Havia somente um problema: aquela jovem grávida, aspirante a vaqueira, não sabia que a dura jornada em uma fazenda não tinha absolutamente nada em comum com sua vida cosmopolita.

Então, passou a ser uma obrigação de J.D. Pruitt mostrar-lhe que seu lugar era bem longe daquele rancho. E dele também... E iria fazê-lo assim que os beijos ardentes entre eles cessassem...

Meu Comentario:
Uma mulher rejeitada e grávida bate à porta de seu rancho à meia-noite, justo ele um homem que amou a esposa e a perdeu tragicamente num acidente e desde então se protegera recusando-se responsabilizar, a amar.

Achei o mocinho um tanto turrão demais, mas eu sei que isso faz parte de um autêntico cowboy... a infinita beleza de ser "Ogro".

Fininho que satisfaz.

Nota 8.

0 comentários:

Postar um comentário

Olá sejam Bem-vindos! E por favor deixem seus comentários.

Subscribe