Inglaterra, 1109

A Mulher do Inimigo...

Apesar de Lady Lucinda ter dado à luz ao filho de um homem que quase o matara, Richard de Wilmont a queria mesmo assim. Afinal, a doce viúva o apresentara a uma sensação de aconchego... e um amor tão poderoso que ele seria capaz de esquecer tudo, até mesmo de apagar o passado.

Lucinda temia entregar-se àquele amor. Certamente, um cavalheiro tão gentil como Richard de Wilmont tinha mulheres muito mais interessantes disputando sua atenção. Ela estava à margem da sociedade e jamais serviria de esposa para homem algum!
Quanto mais para Richard!



Meu Comentário:

O livro de Richard, o Bastardo de Wilmont, conta uma estória de coragem e determinação.
Richard é um homem bom e se torna mais confiante convivendo com a viúva de seu pior inimigo.
A viúva e o filho são apenas presas inocentes de um destino que poderia ter sido cruel, mas felizmente com o auxílio do Rei mais teimoso e rancoroso de todos os tempos, teve uma reviravolta, nos ensinando que caráter não é uma pré-disposição genética, mas a criação pode determinar o caráter de um homem, independente dele ser bastardo ou filho de um ser repulsivo, cruel e asqueroso.

Gostei muito, um pouco menos do que de "Decreto Real", mas sem dúvida vale a pena ler com certeza.

Nota 8,5

0 comentários:

Postar um comentário

Olá sejam Bem-vindos! E por favor deixem seus comentários.

Subscribe