Atenção:

Esse livro contém altas doses de romance, situações hilárias, garotos sensuais e o best friend gay mais maravilhoso de todos os tempos...

Julie tem dois grandes sonhos: cantar profissionalmente e fazer com que Daniel a enxergue como mulher. Ele é o charmoso dono do badalado bar After Dark e se diz avesso a compromissos, sempre pronto para noitadas casuais. Em uma noite de muito movimento, o estabelecimento se vê sem um vocalista para dar continuidade à programação musical, e Julie é colocada por um dos sócios de Daniel à frente da banda para resolver o problema.

Mas a voz e a presença de palco da nova cantora encantam o público... e também o atraente garanhão. Descontrolado de ciúmes, Daniel está disposto a usar toda a sua autoridade para tirar Julie dos holofotes e dar uma chance ao seu verdadeiro amor. Ele só não contava com as investidas insistentes de Alan, o sexy guitarrista da banda, que resolveu fazer de tudo para conquistar o coração da nossa mocinha.

Será que o sonho de Julie finalmente vai se concretizar com Daniel ou seu verdadeiro príncipe encantado é o guitarrista sensual?

Meu Comentário:

Gostei da Capa e da Sinopse.

Vocês bem conhecem a minha queda por "Bad Boys", dai fui ler toda empolgada.

Logo depois de algumas páginas... Digamos que não era bem o que eu esperava, e eu meio que murchei ao longo da leitura.

O triângulo amoroso que eu esperava não aconteceu, só uma armação um tanto tosca, com um acordo meia boca. Na minha humilde opinião o Alan, guitarrista sexy merecia uma participação mais densa...rs.

A Julie é bacana, mas meio sonsa, e se não fosse o George, o melhor amigo gay que gostaríamos de ter, ela ainda estaria dormindo de pijama do Bob Esponja, escutando ele "traçando" todas as frequentadoras do After Dark, na casa ao lado.

Fiquei curiosa com a história paralela da Jo, e desconfiei quem seria seu par romântico, no entanto, a autora deixou poucas pistas e eu me senti frustrada.

Os gestos de arrependimento e as provas de amor, para remissão do pecador, leia-se Daniel, me pareceram forçadas e a trama ao final das contas não me convenceu.

Enfim, boazinha, mas bem esquecível.

Considerando o bom gosto musical e claro a música inédita...

Um nota 5.

Abaixo... book trailer... 



1 comentários:

Lidy disse...

"A Julie é bacana, mas meio sonsa, e se não fosse o George, o melhor amigo gay que gostaríamos de ter, ela ainda estaria dormindo de pijama do Bob Esponja, escutando ele "traçando" todas as frequentadoras do After Dark, na casa ao lado."
Nossa, eu tava num gás danado para ler esse livro, aí cheguei nesse trecho... que coisa. Suporto qualquer coisa, mas mocinha sonsa/burra/tapada me tira a paciência!

Ótima resenha, como sempre, cunhada!

Bjos

Postar um comentário

Olá sejam Bem-vindos! E por favor deixem seus comentários.

Subscribe