Sterling McCallum foi simples e direto com Jessica Larson. O policial solitário e taciturno tinha um coração de pedra, e um passado tão misterioso quanto o caso que os levara a trabalhar juntos. 

Mas, dessa vez, Jessica não podia fugir. Agora, teria de enfrentar as emoções que McCallum despertava nela.

E, subitamente, os segredos mais sombrios e os desejos mais profundos começam a ganhar uma nova força... E se tornam cada vez mais perigosos.

Meu Comentário:

Na minha humilde opinião esse livro não tem a cara e o padrão Diana Palmer.

Sei que é uma série com outras autoras e talvez esse seja o motivo de eu ter ficado meio perdida.

Sterling (aff que nome é esse?) e Jessica são combustão pura e gostei dessa química.

Com histórias de vida bem trágicas eles se reconhecem e apesar da relutância de Sterling, o livro têm cenas ótimas.

No entanto, para não comprometer os outros livros da série não houve os acertos finais tão ao estilo de Diana Palmer.

Com uma noiva assassina sem punição o final da trama é mais misterioso que o próprio livro, e o nascimento e origem da pequena Jenny também ficaram sem solução e por esse motivo fiquei com a impressão que o livro acabou sem terminar.

Como os outros livros não são da Titia DP, é pouco provável que eu descubra a solução destes mistérios, a menos que Suelen Mattos do blog Romantic Girl, nossa eterna PHD em Diana Palmer, nos faça um Spoiller do bem...rs.

Nota 5.

4 comentários:

Lidy disse...

"Na minha humilde opinião esse livro não tem a cara e o padrão Diana Palmer.

Sei que é uma série com outras autoras e talvez esse seja o motivo de eu ter ficado meio perdida."
Ou talvez seja a falta dos mercenários e de Jacobsville... isso causa um nó cabeça de qualquer uma, cunhadinha rs

Também não gosto desse nome, Sterling. O único que ocupa meu coraçãozinho é o Sterling Wulf, mas no que dependesse de mim, Armondão já teria entrado na justiça para mudar o nome do bebê da família. kkkkkkkkkk

Bjos

Mara disse...

:) Bem, Cunhada!

Os Wulf podem ter o nome que quiserem... e ainda assim seriamos malucas por eles...rs.

Quanto ao Sterling... gostei dele e ele tem pegada... o fato do livro não ter as marcas registradas da DP. é que realmente me incomodaram...

E sim, você realmente está coberta de razão... não ter os mercenários e não ser em Jacobsville comprometeram...

Suelen Mattos disse...

Olha, a coisa só se resolve mesmo ao final da série (dos 12 livros, né, pq a série mesmo é maior que a dos Homens do Texas... #Pasmem). E a gente vai vendo o casal em todos esses livros, pois a Jenny está bem no centro de tudo isso. E além esses 12 livros, esse casal da DP ainda aparece em outros livros que fazem parte da gigantesca série Montana Mavericks. Mas olha, tirando um livro ou dois, essa série é muito boa. Vale a pena ser lida, viu?! Eu gostei muito!!!!

=)

Suelen Mattos
______________
ROMANTIC GIRL

Mara disse...

Oi, Suelen!!!

Como sempre você nos esclarecendo e confirmando mais uma vez que é um PHD em Diana Palmer...rs.

Agora fiquei curiosa e vou ver se consigo ler mais alguns para entender tantos mistérios...

bjos
Mara

Postar um comentário

Olá sejam Bem-vindos! E por favor deixem seus comentários.

Subscribe