Louise não estava preparada para se apaixonar por seu colega Jeb Coltrain. O lendário texano sempre a tratara como inimiga, mas a surpreendeu com um chocante e inesperado pedido de casamento. Não havia dúvidas de que se casar com Jeb significaria sua total rendição...

Mas Louise não sabia das verdadeiras intenções de Jeb. Ele queria surpreender sua inocente companheira, cujo pai o traíra tão cruelmente. Ainda assim, sua beleza provocante o deixava em chamas. Agora, Jeb fará o que for preciso para conquistá-la de verdade...seu corpo, sua alma e seu coração.


Meu Comentário:

Depois de ver Dr. Cooper em Anjo do Oeste maltratando a Dra. Blakely, eu não esperava nenhuma gentileza de Jeb em seu próprio livro, e a verdade é, que ele não me decepcionou. Seus momentos "ogro" são dignos de DP.

No entanto, eu vi em Jeb que na verdade toda aquela intolerância era ataque por defesa, apenas Lou não via isso, o homem a queria e se sentia rejeitado. Afinal ela não quis beijá-lo debaixo do visco, mas quando beijou também...rs, viraram o comentário da cidade.

Jeb e Lou são complementos, e têm histórias dramáticas de vida, de certa forma bem parecidas, com pais vilões.

Me diverti muito com à caça ao Doutor...rs... pela ex-noiva e a enfermeira periguete.

Quanto à Jane Parker, só posso afirmar que com uma amiga dessas, quem precisa de inimigos? Nem parece que acabou de sofrer por amor.

A cena mais bela do livro sem dúvida é a dos trens seguida pelas palavras em francês:-

“Plus que hier, moins que demain”

Traduzindo:


"Mais do que ontem, menos do que amanhã"



Nessa frase Jeb estava se referindo ao amor que sente por Lou, aí vocês me respondam, como resistir à uma declaração de amor dessas? E olha que esse é apenas o início da lindíssima declaração de amor.

Redimido para mim, nota 10.

Ps. No blog da Suelen vocês podem conferir resenha completinha... Clique aqui.


4 comentários:

Alexis Leehlan disse...

Adoro o Jeb!!!!
Ai,ai!!

Suelen Mattos disse...

Aiiiiiiiiii, esse é o livro que mais reli na vida!!! Adooooro tudo nele, não tem nada aí que eu não goste! Nota 1000!!!!! \o/

Lidy disse...

Ainda acho que eu teria entrado em crise existencial se o Jeb não tivesse agindo como um mocinho típico da DP. kkkkkkkkkkkkkk

Mas ele foi super injusto em maltratar a Louise por causa de um beijo (e outras coisas rs). Parece até aquele namorado adolescente que quer convencer a namorada a transar sob a desculpa de que sente dor. E a idiota acredita.

Danielle CGA Souza disse...

Os mocinhos dessa autora costumam causar sentimentos controversos num piscar de olhos... hahaha...
Orgulho ferido dá nisso... se ele já é um ogrinho, ser rejeitado só piora. XD
Gostei da dica.

Postar um comentário

Olá sejam Bem-vindos! E por favor deixem seus comentários.

Subscribe