Trabalhar nunca foi tão gratificante!

Um romance frustrado durante a adolescência ensinou a Penny Fairburn que o fingimento seria o único caminho a escolher. 


Porém, ao ser convidada a prestar assistência para o belíssimo Carter Dodds, percebeu o quanto estava enganada! 

Carter é o tipo de homem que pode se servir de qualquer mulher, e gosta de variedade! No entanto, depois de algumas noites ardentes com Penny, ele muda de opinião.

Embora ela estivesse sendo verdadeira, Carter impôs um desafio inteiramente novo: fazê-la admitir seus verdadeiros sentimentos por ele!

Meus Comentários:

Estou sensível, e talvez por esse motivo eu tenha derramado algumas lágrimas neste livro. 

O drama de vida da Penny é muito pesado e eu não sei se seria capaz de sobreviver como ela fez. A culpa, a dor e o arrependimento provavelmente teriam me dilacerado de forma irrecuperável. 

Carter é um típico mocinho Natalie Anderson, uma mistura de "bad boy" com garoto inseguro, muito sedutor e apaixonante.

Vê-los crescer emocionalmente e se descobrirem é muito bonito.

Esse livro ensina que é preciso ter coragem e muita determinação para sobreviver.

Denso, tenso... um livro para mexer com as emoções. Como já disse pode ser minha sensibilidade que está à flor-da-pele.

Ainda assim, para mim é um livro Nota 10. Principalmente porque tem Epílogo.

Gracias à amiga Andrea Jaguaribe pelo livro, e pela dica de colocar ele na frente dos outros...rs. Amei amiga, brigado de S2!



Infelizmente esse livro ainda não se encontra disponível em e-book... mas assim que conseguir ele digitalizado coloco o link aqui.


7 comentários:

Renata Cristina disse...

Olá Mara!!!
Sua resenha e surpreendeu, porque pela sinopse eu nunca diria que esse livro teria uma carga emocional muito grande!!
Não lembro de já ter lido algo da autora, ma eu sou realmente péssima pra lembrar nome de autoras rsrss.
Vou tentar procurar esse livrinho!!!

Bjosss
Sarang Hamnida Dramas

Lidy disse...

Cunhada! Pelo resumo, esse livro parece ser só mais com história de mocinha-ferida-que-passou-a-odiar-os-homens. Bom saber que há mais que isso nele

Bjos

Mara disse...

Oi Renata!

A Natalie Anderson me foi apresentada pela Andrea Jaguaribe, a nossa colaboradora mais ativa do blog.

E falando nela, os livros sempre são surpreendentes e tem mocinhos e mocinhas com dramas bem pesados, um passado doloroso e muita emoção pra chegar no final feliz.

Vou torcer pra vc achar.

bjos
Mara

Mara disse...

Oi Lidy!

Há muito mais que isso. Na verdade, você passa o livro inteiro achando que é apenas mais uma dramalhão, e que nem é tanto assim.

Admito que me surpreendi, o drama é real e eu não sei se sobreviveria depois desse trauma.

bjos
Mara

Lidy disse...

"e eu não sei se sobreviveria depois desse trauma."
Agora você me deixou curiosa!

ANA disse...

GOSTO DE LIVROS RECOMENDADOS, POR ISSO SEMPRE ESTOU POR AQUI PRA VER AS RESENHAS. ADORO ESTE BLOG
PARABÉNS

Danielle CGA Souza disse...

Ah gostei... um mocinho bad boy com sentimentos confusos... bem fofo!!!
Vou tentar colocar as mãos nele!!! =D

Postar um comentário

Olá sejam Bem-vindos! E por favor deixem seus comentários.

Subscribe