Uma história de paixão nas montanhas do México.


Livro que marcou a estreia de Janet Dailey na lista dos mais vendidos do The New York Times, A carícia do vento consagrou a autora como uma das maiores romancistas do gênero.

 A protagonista é a jovem milionária Sheila Rogers, bela, impulsiva e mimada que vivia em Austin, no Texas.

Sheila contraria as expectativas de seus pais e foge para Juarez, no México, com Brad Townsend, um homem bonito e envolvente, mas que nada mais era senão um caça-dotes. 

A lua de mel do casal converte-se num verdadeiro inferno quando seu marido é brutalmente assassinado e ela é sequestrada e levada por um bando de pistoleiros para um esconderijo nas montanhas. 

É ali que Sheila conhece Ráfaga, homem corajoso e idealista, e logo o ódio se transforma numa paixão arrebatadora. 

Meu Comentário:

Se você gosta de romance, esse "Não" é o livro.

A Carícia do Vento conta na verdade uma história de sobrevivência.

Primeiro Sheila se casa com um gentleman idealista e acorda ao lado de um cafajeste interesseiro.

Logo em seguida, no meio do nada para lugar nenhum, ela se vê envolta por um bando de foras-da-lei, o seu recém-marido é assassinato e ela sofre uma tentativa de estupro, a primeira de várias, já vou avisando.

O convívio em meio aos renegados é um infindável pesadelo.

Ráfaga (Clique aqui), que significa vento, é um ser desprovido de sentimento, pois seus olhos são sempre frios e ausentes de emoção.

A primeira vez do casal é, na minha humilde opinião, uma violência, ainda que meio consentida, a relação não é algo bonito de se ver.

Sinceramente, pra gostar das cenas "eu" teria que ter tendências BDSM (Clique aqui para saber o significado).
Enfim, correndo o risco de ser linchada, afirmo que a relação entre Sheila e Ráfaga é na verdade uma espécie de dependência de refém e captor, a famosa Síndrome de Estolcomo (Clique aqui para ver Significado).

E só para constar, a cena do açoitamento de Sheila é absurda, grotesca e deixa um gosto amargo na boca.

E para falar a verdade, se eu tivesse que me apaixonar por alguém, com certeza seria pelo Laredo; o braço esquerdo de Ráfaga, não é o braço direito porque o insensível simplesmente não confia em ninguém.

Para Finalizar, ainda estou procurando ... "A Carícia do Ráfaga"... sorry, mas não achei.

Livro sem ☆.

15 comentários:

Alexis Leehlan disse...

Mara, tbm não me convenceu o amor dos 2 não!
Mas, confesso que do Ráfaga eu gostei, kkkkkkk, embora concorde com vc em relação aos exageros das cenas citadas.

Bjus

Mara disse...

Alexis!

Ufa... ainda bem amiga... que não estou sozinha... na minha opinião.

E olha que eu gosto de um ogrinho básico...rs visto o tanto de DP que ando lendo ultimamente... mas o Rafaga... tsc tsc... não me convenceu mesmo!

bjos
MARA

Luciana Miranda disse...

Nossa! É incrível como as resenhas de classificação ruim, nos dão mais vontade de ler um livro do que as resenhas que elogiam! Eu, provavelmente, também odiarei esse livro, mas talvez, mesmo que só para falar mal depois, me deu vontade de ler!

Bjks!!

PS: O blog tá lindo!

Penelope disse...

o que é tendências BDSM???? SM eu até imagino, mas não liguei as outras letras...kkkk
Eu li esse livro há muito tempo atrás e lembro que na época gostei muito. Lógico que tem cenas inaceitáveis, como a 1a. vez deles e o açoitamento... e aquele fim, hein???? Olha, os livros que indico desta autora é a saga dos Calder. Eu só tive a oportunidade de ler os dois primeiros, mas são bons demais. Recomendo.

Danielle CGA Souza disse...

Carambolas esse deve ser o óh do borogodó... já não fui com a cara dele... gentalha!!!
Não curto BDSM... então passarei bem longe desse...
Imagino o que teria nesse A carícia de Ráfaga... ele descendo o braço na mocinha... cruzes.

Luciana Apaixonada por Romances disse...

Oi, Mara!

Não tenho tendencia BDSM, gosto mesmo é de romance mas tenho curiosidade de ler esse livro kkk

Beijos
Luciana
Apaixonada por Romances

Thaís disse...

Não gostei dele . Até hoje não entendo como a Sheila se apaixonou pelo Ráfaga . E o fim que decepção .

Kasinha da Nana disse...

Eu gosto de livros de BDSM e apesar de tudo eu adoro esse livro e gosto do Rafaga mesmo sabendo que não deveria, pois ele é realmente um canalha, mas a maioria dos mocinhos da Janet são mais violentos que o normal.

Mara disse...

Bem meninas!

Eu sabia que esse livro causaria polêmica, no entanto continuo dizendo, tem que ler pra saber se vai gostar ou não...rs. Eu não gostei!!!!

Quanto à sigla BDSM, coloquei link com a explicação do Wikipédia, mas no geral é Bondage, Disciplina, Sadismo e Masoquismo.

Thaís disse...

Até agora só li dessa autora, A carícia do vento e Para nunca mais chorar . O primeiro não aprovei , enquanto Para nunca mais chorar , eu amo , já reli um milhão de vezes e recomendo .

Andrea disse...

Oi, Mara e meninas!

Bem, já tinha me manifestado lá no Facebook quando a Mara disse que tinha comprado a pérola aí de cima: simplesmente detesto!!!!

Mais uma vez, cara amiga Mara, você consegue passar para a resenha exatamente a minha opinião, e olha que eu me recusei a comentar antes de você terminar de ler!

Prá mim isso é Síndrome de Estocolmo pura, misturada com a imaturidade da moça e olha que eu li esse livro com uns 17 anos e a má impressão ficou prá sempre! Não senti romance nenhum, o cara não tinha nada que me cativasse, era um grosso, agressivo, insensível e ainda por cima, bandido (não vem com essa de que é pela revolução e contra tudo isso que tá aí que não cola, não, o cara é criminoso e ponto!).

Só li dessa moça esse livro e nunca mais! Sei lá, gosto é gosto, mas amor bandido, maus tratos e falta de respeito, tô fora!

Beijos!

Amanda-Chan ^^ disse...

Ai ai ai meninas ...
não acho isso.. gostei muito da a carícia do vento apesar de ter cenas que eu não aprovava!mas mesmo assim achei um ótimo livro e super recomendo.Não só por ele ser tão diferente(por que fala sério! que mudança de tópico heimmm rsrsrs) e totalmente imprevisível na minha opinião,mas também por mostrar a realidade,nem sempre é bom vivermos só de contos de fada e do cara perfeito.Eu amei o (Ráfaga e a Sheila) e na minha opinião é o único livro da autora que eu aprovo!tentei ler outros mas não deu..
kissus kissus -

Mara disse...

Andrea!

Realmente você me avisou e não Spoilletou... kkkkk

*******

Amanda!

;) Esse livro é polêmico mesmo, umas amam e outras odeiam... e todo mundo vai lendo!!!


Amanda-Chan ^^ disse...

Mara

É a pura verdade rsrsrs fiz minha irmã ler o livro e ela não gostou muito do final -.- já eu amei ..

Mara disse...

Amanda!

É como eu digo, e as meninas sempre comentam... é só alguém falar mal de um livro e todo mundo quer ler ele...rsrsr

Postar um comentário

Olá sejam Bem-vindos! E por favor deixem seus comentários.

Subscribe