Paixão Explosiva

A descoberta do prazer e da paixão selvagem!

Generosa, Jenny Fletcher punha em segundo lugar os seus próprios sonhos e necessidades, e em primeiro os de seu noivo, Hal, um homem mais comprometido com uma causa do que com ela. Na véspera de sua viagem para a América Central, ele lhe deu o que Jenny mais queria na vida... uma noite de paixão. Foi seu último presente.

Cage Hendren contrastava em tudo com o irmão, Hal. Ovelha negra da família, ele só tinha ternura por Jenny. Mas ela sempre o achara selvagem e implacável demais... até que Cage lhe mostrou o lado selvagem que ela mesma não sabia que tinha dentro de si. E agora que fora desencaminhada.... já não podia mais voltar atrás!

Meu Comentário:.

Como descrever Cage Hendren?
Cage com seu jeito "bad boy"  me conquistou loga na primeira página.

Já Jenny não saber quem a teve nos braços é um verdadeiro absurdo e é impossível de acreditar, pois quem em sã consciência teria um homem como Cage nos braços e o confundiria com o insonso Hal Hendren?

Na minha humilde opinião Cage merecia uma mocinha melhor, e somente o fato dele ser apaixonado por ela uma vida toda me fez suportar ele ter que ficar com ela.

Cage é um injustiçado e Jenny  uma fraca que o magoa muito.
Os pais nem vou entrar em detalhes, a bem da verdade, tive lá as minhas dúvidas se Cage não seria adotado...

Cage precisa quase morrer para eles, tanto os pais quanto Jenny, reconsiderarem a forma de tratá-lo, no meu ver isso é bizarro, afinal foi preciso perder para saber o quanto nosso Cage valia? Gente eu percebi o valor do Homem assim que bati os olhos nele...rs.

Enfim, pelo Cage o livro vale Nota 10.

20 comentários:

Anônimo disse...

No livro original eles são gêmeos (embora na tradução nada dê a entender isso), daí eu entendo duas coisas. O porquê dela tê-los confundido naquela noite e tb o porquê de ela ter escolhido o Hal. O Cage a atraía mas tb a assustava, ela simplesmente pensou estar apaixonada pela outra cópia dele. rsrs Ela lhe deu valor muito antes de ele quase morrer. Ela o amava simplesmente ainda não sabia e tb ficou presa ao sentimento de culpa com relação a Hal. Ele havia morrido e ela se sentia desleal por estar sentindo prazer na companhia do irmão dele, mas ela sempre tratou Cage muito bem. Inclusive quando a mãe disse que ele é quem devia morrer ela o defendeu, se sujeitou a quase morrer naquela corrida de carro, não arredou pé de perto dele.. Ela o amou, sim, na minha opinião, mas não do jeito que talvez algumas leitoras esperassem. rsrs Para mim o livro é perfeito e eles dois se merecem. Não achei ela uma mocinha fraca apesar de tudo. :)

Bjs

Carla

Lulu Sempre Romantica disse...

Oi, tudo bem?

Passando no seu blog pra comentar...rs

Você deu nota 10 então quero ler o livro, espero que seja uma boa leitura!

Beijos
Blog Apaixonada por Romances

ALEXIS disse...

Mara,olha eu aqui! kkkk Pelo Cage corro quilometros e mais quilometros.
Ain eu adoro ele!
Me apaixonei pelo Cage logo no resumo do livro. Ai fui ler e... surpresa!Surpresa! Fiquei caidinha por ele, kkkkkk
ele é um mocinho com carga dramática mto grande.Ele tocou fundo no meu coração. Eu odiei os pais dele, e apesar de certas atitudes da Jenny, eu gostei mto dela.
Bjus

Mara disse...

Oi Carla!

Seja muito bem vinda!

Gostei do seu ponto de vista, e em alguns aspectos concordo com você que talvez eu tenha sido um tanto quanto rigorosa em minha avalição à Jenny.

Mas sou meio ferro e fogo, amor no meu entendimento é na chuva e no sol, amar é confiar e viver muito intensamente.

Desde o principio Jenny sabia a quem amava, mas era covarde demais para assumi-lo e isso, talvez tenha sido o que me fez ser tão negativa em minha avaliação de sua trajetória no romance.

Enfim, amei sua opinião. Me fez repensar.

bjos
Mara

Mara disse...

Oi Lulu!

Bom demais você por aqui!

Sei que quando você ler também irá se apaixonar pelo Cage.

bjos
MARA

Mara disse...

Ei Alexis!

Nossa amiga, quando você me disse que o livro era bom e eu ia me apaixonar pelo Cage, corri colocar ele no topo da lista... E realmente valeu a pena.

O romance é lindo, mas o que Cage faz ao longo da história é de uma doçura, e uma prova de amor tão profunda, e na minha opinião a Jenny não estava a altura de tanta devoção.

Mas enfim,...kkkkkkkkk talvez seja inveja branca... porque com certeza eu queria um Cage inteirinho pra mim...rs.

bjos
Mara

Anônimo disse...

Obrigada pelas boas vindas!! Vc já leu "Chuvas de Verão" da mesma autora? (com o pseudônimo Erin St. Claire). É outro dos meus favoritos dela e o estilo do mocinho é um pouco parecido com o do Cage. Essa história ainda tem a particularidade de ter uma história de amor secundária muito linda! :)

Outra autora que recomendo é a Sandra Canfield. Se vc nunca leu, vc tem que ler dois livros dela pelo menos. "Lição de Ternura" e "Estigma de Mulher". Vc nunca mais vai esquecer esses livros.

Bjs!
Carla

ALEXIS disse...

Mara, sabia que vc ia se apaixonar por ele tbm.
Afinal temos no Cage um cara com fama de mau, um verdadeiro bad boy. Ai nos deparamos com um homem sofrido, e mto, mto sensível.
Ain gente quando o bebê mexe na barriga da Jenny e ele fica emocionado.. ai, ai, ai...

Carla, não sabia que o Cage e o Hal eram gêmeos na versão original. Não entendi porque deixaram esse detalhe, na minha opinião importante, passar quando traduziram pro português. Ajudaria a entender melhor porque a Jenny confundiu os 2
Bjus meninas.

Anônimo disse...

Oi Marinha sou eu a Ro,rs,ja li este livro e confesso que achei a mocinha cansativa,rs mas um bom livro,vale a pena ler simmmmmmmm.
bjinhos

Mara disse...

Alexis...

Tudo o que eu disser a respeito do Cage é pouco ele é "Perfeito"...

Quanto ao fato deles serem gêmeos, bem... eu não me conformo... porque não é aparencia... é pele, quimica mesmo, não tem como confundir... rsrs ao menos para mim...rs.

Bjos
Mara

Mara disse...

Rogi!

Nossas percepções sempre batem... é por isso que combinamos tanto!

kkkkkkkkk

bjos
Mara

Anônimo disse...

Oi, Alexis, as traduções cometem muitos erros inadmissíveis. Além de omitirem coisas, inventam muitas outras. Tem vários livros onde o texto original é deturpado ao ponto de poder até fazer a gente odiar um livro. Não sei se alguma vez você leu "Fogo do desejo" da Charlotte Lamb. Pois então.. na tradução brasileira o mocinho dá um "soco" na mocinha da 3ª vez que ela dá um tapa na cara dele. Ele avisou que não ia tolerar mais isso dela e prometeu um tapa de volta. Então no dia em que ela dá o 3º tapa nele, ele responde. A maior parte das meninas que eu conheço ficou chocada e disse que até toleraria um tapa ,lá por ela ser mulher nada lhe dá o direito de bater nele. Mas um soco é demais. E tem gente que odeia o livro por causa disso. A pessoa que traduziu pura e simplesmente não soube ler e interpretar o que estava escrito em inglês. Em lugar nenhum do texto original é mencionado um soco. E uma única palavra destruiu um livro! As traduções deixam muito a desejar!


Bjs
Carla

Anônimo disse...

* algumas traduções

Mara disse...

Oi Carla!

Agora que vi suas dicas nos posts acima!

Já estão devidamente anotadas e sairei à captura.

Quanto as traduções que vc comenta no post acima, concordo plenamente com você, alguns tradutores não se mantem fiel ao texto... aliás dá impressão que nem estão assimilando a história, visto que muitas vezes erram os nomes dos personagens...kkkkkk dai a gente fika confusa...rs.

Agora fiquei curiosa com esse da Charlot Lamb... e tb vou correr atrás.

Amei suas dicas Carla!
Brigadin!
bjos
MARA

Anônimo disse...

Obrigada, Mara. Quando vc ler espero que aprecie as dicas. Beijos!

(vc tem skoob?)

Carla

Mara disse...

Oi Carla!

Assim que ler... coloco resenha ak combinado?

Quanto ao Skoob... rsrs... falha minha acredita que não tenho?

bjos
Mara

Anônimo disse...

Jura que não tem? rsrs :)

Tudo bem. Lerei quando vc postar. Sigo o seu blog pelo google reader por isso estou sempre acompanhando as suas dicas e resenhas. Bjs

Carla

Mara disse...

Oi Carla!

Realmente é uma falha... na verdade fiz um skoob, mas não tive tempo pra manutenção... dai acabei desistindo logo na primeira tentativa...rs.

Fiko feliz que você acompanhe o blog, e aguardo ansiosa seus comentários e suas dicas.

bjos
Mara

Anônimo disse...

Oi
Sabe que quando li pela primeira vez tbem tive essa opniao sobre a jenny? Eu no lugar dela, ficaria muito feliz por ser o cage o pai do meu bebe, e nao teria uma crise de consciencia como ela... Fora que ela realmente foi muito fraca, como ela aceita se casar com o hal e deixar meu lindo cage de lado? Ele realmente merecia uma mocinha melhor, que amasse ele tanto como ele a amava, a jenny nem chegou perto... Apesar que no prologo, mostra o casal muuito feliz, isso me fez sentir melhor em relacao a ela...
Pelo menos ela soube fazer ele feliz :)
bjusss

Mara disse...

Hauhau!

Fiko feliz que você concorde comigo!

Eu realmente acho que o Cage merecia uma mocinha muito melhor... de preferencia... "EU"...kkkkkkk

Mas enfim, no livro "Desejo Selvagem" o Cage e a Jenny fazem uma participação como coadjuvantes... por sinal bem caliente a cena... e a Jenny ganha alguns pontos para sua propria remissão...rs

Gracias pelo carinho, pela visita e pelo comentario.

Postar um comentário

Olá sejam Bem-vindos! E por favor deixem seus comentários.

Subscribe