A Paciente

Vendada

Vendada

Maureen Harris é secretária da MacFaber, uma empresa fabricante de aviões.Após uma sabotagem, ela decide acrescentar um pouco de emoção a sua vida e fazer sua própria investigação. Maureen suspeita do mais novo e rebelde mecânico da companhia, mas fica chocada ao se ver seduzida por ele. Porém, Jake Edwards guarda um segredo capaz de chocá-la ainda mais...

A paciente

O passado de Ramon Cortero e Noreen Kensington o tornava o último homemde quem ela aceitaria ajuda. Contudo, Noreen estava doente, e ele estava determinado a cuidar dela e acertar as coisas com a mulher que jamais deixarade assombrar seus sonhos. Mas poderia um médico ser capaz de curar as dores da alma?

Meu Comentário:

Vendada

Digamos que Jake Edwards é um sonho e Joseph MacFaber um pesadelo. Leiam e me digam se concordam comigo.

Achei interessantíssimo o mocinho ser um ex-gordo. Mas admito que odiei ele quando finalmente revelou seus segredos e toda a sua arrogancia. Se eu fosse a mocinha com certeza tinha virado as costas e o deixado sozinho.

Admirei a força de vontade de Maureen, sim ela o coloca em seu devido lugar e recupera o livro no meu humilde ponto de vista.

Nota 9.

A Paciente

Se eu precisasse de um asno Ramon não serviria, pois é asno demais.

Noreen é mártir até o último fio de cabelo, a verdadeira coitadinha. O livro vai resolvendo o Véu de Segredos e nos revelando um amor impossível e bem complicado ao longo de 6 anos. Voltando aos dias atuais Ramon tem a difícil missão de resgatar Noreen e conseguir ser perdoado.

Mega possessivo é um bálsamo ver Ramon Cortero fritando em óleo fervente de ciúmes.

Destaque para a belíssima cena em que Ramon cita a frase de uma música...

Nota 9 (só não dou 10 porque o livro é curtinho)!

Abaixo trecho que amei do livro... e com a colaboração de Suelen do Blog Romantic Girl a música citada na cena... ehhhhhhhhhhhh


"— Fisicamente? — Os olhos percorreram-lhe o rosto, o corpo, e voltaram a subir. — Existe uma música, Noreen, que foi indicada ao Oscar. Não sei cantar, enamorada, mas a letra diz que quando um homem ama uma mulher de verdade ele vê os filhos que ainda não teve nos olhos dela.
— Sei — ela sussurrou emocionada não apenas pelas palavras comoventes, mas pelo modo como ele as dissera.
— Para minha infelicidade, vi meus filhos em seus olhos no dia em que a encontrei na cozinha da casa de sua tia. — Ramon sussurrou, vendo o rosto dela corar. — E eu era casado. Vivi um inferno sabendo que isso era pecado e incapaz de me arrepender. — Fechou os olhos. — Paguei por isso e a fiz pagar também. Ainda estamos pagando.
Ela achou que não poderia jamais voltar a respirar. Fitou-o com olhos arregalados. Os olhos dele se abriram, fitando-a sem segredos.
— Você quer se casar comigo porque me ama? — perguntou com voz rouca.
— Sim. — Os olhos a fitavam em adoração. — Amarei você para sempre. Com todo o meu coração, minha alma, minha vida.
Ela sentiu a primeira lágrima antes que escorresse pelo rosto pálido. À primeira seguiu-se outra e mais outra, silenciosas, comovidas."

4 comentários:

Faby - Adoro Romances de Aracaju. disse...

Silmara!!!!!!!!!!!!
Saudades de vc ! Apareceeeee!

E vc sabe sobre Diana Palmer só mais que suspeita pra falar! Adoroooooooooooooooooooo.

Confesso que gostei mais de A Paciente.(kkk)
Eita homem burro, idiota, retardado, imbecil... e et, etc.
Mas acho que é por isso que gostamos tanto de Diana!
kkkkkk
Vendada foi mais devagar, se é que isso é possível! kkk.

Suelen Mattos disse...

Menina, que loucura essa capa, né?! Eu a chama carinhosamente de "a capa da pegada", hehe!!

VENDADA

Digamos que Jake Edwards é um sonho e Joseph MacFaber um pesadelo. Leiam e me digam se concordam comigo.

Menina, vc disse T-U-D-O!!! Concordo com tudinho que vc falou. Eu fui gostando do livro até ele revelar a identidade. Daí ele (o mocinho) ficou um porre. Mas sim, a mocinha salvou (se bem que eu o faria sofrer maaaaais um pouquinho. Carinha RESOLVEU que ia casar... então tá, né?! rs...)

A PACIENTE

Mega possessivo é um bálsamo ver Ramon Cortero fritando em óleo fervente de ciúmes.

Eu simplesmente a-d-o-r-o quando a Diana Palmer coloca uma concorrência masculina. Esfreeeeega o gato na cara do mocinho, hehe!!!!

E concordo com a Faby, eu tb gostei mais de "A Paciente". Valeu a leitura só pra "ver" a cara dele quando descobre da doença dela. Toma papudo!!!

OBS: A música é linda mesmo, né?!

Vi que vc está lendo "A esperança de amar". Eu amei a história "Artimanhas do Amor" (a que virou filme)!!!!

Melhor parar por aki, pq qndo se fala de DP, eu me empolgo, kkkkkkkkkkkk

Bjs, linda (seu blog tá muito lindo!!!)

Mara disse...

Suelen... brigadão pela visita... é uma honra receber a oficial PHD em Diana Palmer no meu humilde bloguinho...

Hahah... amei os comentários... uma verdadeira sessão Clube da Diana Palmer "Luluzinha"...rs

Eu também preferi "A Paciente"... pois como vc esclareceu... depois da descoberta do verdadeiro Joseph MacFaber... ufaf... realmente o livro se tornou dificil de digerir...rs

Como sempre brigado pela dica...

E sintam-se em casa...

bjos

Suelen Mattos disse...

Clube da Diana Palmer "Luluzinha" foi ótimo, kkkkk

Tem selinho pra vc no ROMANTIC GIRL:

http://su-romanticgirl.blogspot.com/2010/09/mais-selos.html

Bjs!!!

Postar um comentário

Olá sejam Bem-vindos! E por favor deixem seus comentários.

Subscribe