TRISTAN DE BRACKNMOORE NÃO SABIA MAIS O QUE FAZER PARA RECONQUISTAR AQUELA MULHER!

Se um buquê de miosótis fosse capaz de fazer lady Lily Gray lembra do que ambos haviam compartilhado,Tristan teria colhido as flores debaixo da neve de inverno.

Mas nem assim seu único e verdadeiro amor recardaria do tempo que haviam passado juntos e da filha que haviam tido...

O passado de Lily parecia estar trancado atrás de uma porta impenetrável, a qual lorde Tristan alegava possuir a chave. Embora Lily não conseguisse se lembrar dele, existia algo que a fazia sentir-se atraída por aquele homem.

Entretanto, será que poderia confiar nele o suficiente para ajudá-la a enfrentar os terrores que haviam ocasionado sua perda de memória?

Meu Comentário:

Após trágico acidente em que foi considerada morta Lily reaparece depois de 3 anos sem memória. Tristan a rapta para impedir que ela se case com o seu pior inimigo, leva-a ao encontro da filha que tiveram juntos na esperança que as lembranças voltem.


Lily assumiu com a família que se casaria por aliança política com Haycort (o vilão), e Tristan por pensar que Lily estava morta, assumiu compromisso com Genieve a protegida de seu irmão Benecdit Barão de Brackenmmore. 

Tristan é um lord em gentileza e muito bom de pegada, o que proporciona excelentes cenas hots.

Lily, no entanto é teimosa, irritante e muito ingênua. O desfecho é inteligente, mas ficou aquele gostinho de quero mais, ficou faltando os melhores momentos.

Vale ressaltar que fiquei curiosa sobre o amor impossível entre Marcel (irmão de Tristan, um cavaleiro sem terras) com Genieve, a protegida de Benecdit...(ficou cheirinho de saga).

E também que Tristan tem ótimas frases do tipo “a mais romântica que já li”.

Nota 9 (só porque não tem prólogo).

0 comentários:

Postar um comentário

Olá sejam Bem-vindos! E por favor deixem seus comentários.

Subscribe