O Mistério de Manorbrier

O Príncipe Negro



O Mistério de Manorbrier

Inglaterra, Século XIX


Localizado no topo de uma colina, o Castelo Manorbrier está envolto em escuridão e rumores: Jamais algum serviçal sobreviveu tempo suficiente... Há morte naquele lugar... Além disso, há o sombrio lorde da mansão... um homem fascinante, mas perigoso... Emma Parrish não se assusta facilmente com diz-que-diz-que. Ela conseguiu escapar de um destino terrível para ocupar o cargo de preceptora no Castelo Manorbrier. Ajudar a criar o filho de Anthony Craven é sua última chance de construir uma vida própria, e ela está decidida a não fugir, mesmo quando sente que está sendo observada, quando ouve sussurros estranhos, até mesmo quando se sente irremediavelmente atraída pela beleza sedutora e perigosa de lorde Craven... O mal permeia os corredores sombrios da lúgubre mansão. Todas as noites Emma vê uma luz misteriosa na torre circular, onde ela foi advertida para nunca pôr os pés e para manter distância. Mas certas curiosidades... e desejos... anseiam por ser satisfeitos. E, à medida que Emma se sente cada vez mais atraída por aquele homem misterioso, mais ela se aproxima de uma sinistra verdade...

Meu Comentário:

Depois de ouvir muitos comentários acerca desse livro, dentre eles muitos negativos e também positivos, resolvi tirar a duvida... e a conclusão é bem simples.

Os Romances de Eve Silver são góticos, sombrios, misteriosos e em algumas cenas assustadores.


Em grande parte da leitura o mocinho é Bad Boy, mas na verdade, eles usam a fachada de Bad para manter os curiosos afastados.


Apesar da pose de durão, os TDBs da Eve sempre são preocupados, fofos, carinhosos e com enormes corações.

Anthony na verdade por trás de todo o mistério é um homem a frente de seu tempo, que dedica sua existencia ao estudo sobre a morte, e usa esse conhecimento adquirido para salvar vidas.

É um homem distante e um tanto cético, sofreu muitas decepções, mas quando começa a conviver com a preceptora de seu filho, Emma, percebe-se a quebra da redoma de frieza e ceticismo que o envolvia.

Um homem orgulhoso, que se recusa a dar explicações, o que o torna fascinante e amedrontador.

Resumindo Anthony é um cientista pesquisador.

Da mocinha devo dizer que é dona de muita coragem, determinação e ainda possui uma mente muito fertil o que causa alguns enganos grotescos de interpretação ao longo da estória.

Enfim, é um livro pra quem quer ter trabalho, pois a mente procura explicação o tempo todo, inclusive para defender a posição do anti-herói e transforma-lo em mocinho.

Como em todo bom romance de suspense, existe um assassino e devo dizer sobre isso que como sempre é o mais improvável dos suspeitos.

Na minha humilde opinião é Nota 10.

Ps. Tem oteeeeeeeeeeemas cenas hots...rs

O Príncipe Negro

Cornwall, 1812

Perigosa paixão...

O destino levou Jane Heatherington a conseguir um emprego na residência de Aidan Warrick. Ela conhece os rumores que correm a respeito de seu patrão: um homem misterioso e escuso, que pode parecer um anjo caído do céu, mas que, ao que tudo indica, tem um pacto com o demônio...

Afastada da família e dos amigos, a única companhia de Jane é um homem em quem ela não pode confiar... Um homem que guarda segredos, que desaparece misteriosamente na noite e que olha para ela com uma paixão que ela ao mesmo tempo teme e deseja... E à medida que o perigo ronda a região, e algo terrível está prestes a acontecer, Jane se pergunta se está apaixonada pelo príncipe dos seus sonhos... ou por um homem insano e sem coração...


Meu Comentário:

Bom digamos que esse livro tem de tudo o que eu gosto um pouco, pois tem um mocinho traumatizado, dark com cicatrizes no corpo e na alma.

A mocinha também tem defeito na perna como consequência de uma tentativa de estupro que ela sofreu quando era criança e além da sequela que carrega na alma ainda sofre o dano de perder a mãe nesse triste episódio.

Do Aidan tenho a dizer que ele é extremamente possessivo (ui gosto disso), ele afirma o tempo todo que ela é dele... ai ai *suspiros* e também é um TDB que sabe como agradar uma mulher...rsrs


Além disso ele é um fofo pois se preocupa com ela e cuida do seu bem estar estar o tempo todo.

Ele inclusive confecciona com as proprias mãos um artefato pra Jane conseguir realizar o seu sonho de correr livre como os pôneis selvagens pelo pântano... linda cena, principalmente porque ele corre com ela...


A trama é muito boa, e apesar do estilo gótico, um tanto sombrio pro meu gosto, tem uns desenlaces surpreendentes.

Com certeza foi mutilado... o que realmente é uma pena... mas nada que comprometa.


A Jane é uma mocinha corajosa, forte muito inteligente... que à algum tempo eu não tinha o privilégio de encontrar nos romances.

NOTA 8 (merece nota maior mas o formato pequeno do Julia com certeza nos privou de muita coisa.)

0 comentários:

Postar um comentário

Olá sejam Bem-vindos! E por favor deixem seus comentários.

Subscribe