Casada com um Estranho



Inglaterra, 1815


Um amor imprevisível. Isabel Pelham e Gerard Faulkner formam o casal mais escandaloso de Londres, combinam em todas as coisas - sensualidade, desejo intenso, bom humor, desprezo pelas convenções, atrevimento, e a recusa absoluta de se apaixonarem um pelo outro. Isabel fechou seu coração ao amor e, dos homens, só deseja companhia e prazer. 


O casamento entre ambos é um acordo dos mais agradáveis, até que uma chocante reviravolta leva Gerard para longe... 


Quatro anos depois, ele está de volta. Mas o rapaz farrista e irresponsável foi substituído por um homem sério e charmoso, determinado a seduzir Isabel. 


O relacionamento descontraído transformou-se numa tentação irresistível, um marido que deseja Isabel de corpo e alma, e que não se deterá diante de nada para conquistar o amor da esposa.


Não, aquele não é o homem com quem Isabel se casou mas... é o homem que finalmente poderá roubar seu coração...

Meu comentário:

É um romance totalmente fora dos padrões... ditos perfeitos... os dois... isso mesmo os dois são devassos...

Well... confesso... rsrsrs que não consigo descrever o livro, mas impressiona o fato de Gray casar com Pel, como ele carinhosamente a chama, apenas para se vingar da mãe que o impediu de se casar com a mulher que amava desde criança...

Do outro lado Pel foi casada com um devasso que a seduziu antes do casamento e literalmente depois a traiu com quase todas as mulheres da nobreza... e morreu num duelo por causa de uma dessas amantes...

Desde então Isabel decidiu se envolver apenas em relações sem amor... isso mesmo pasmem... ela tem amante e quando percebe que ele está se apaixonando e a pede em casamento ela simplesmente dá o fora no pobre... kkkkkkkkkk

Em contrapartida Gray apesar de amar Lady Emily que se casou com outro, mas continua sendo sua amante e inclusive engravida dele... afffffffff, ainda mantém duas ou mais amantes para satisfaze-lo... porque a Emily é muito delicada e não sobreviveria a sua paixão...

Gray propõe o casamento, com o seguinte acordo... ele continuaria com suas amantes e Isabel tb... ( o que Isabel ganharia com esse casamento?... Ser Marquesa e não ter que recusar mais os pedidos de casamentos dos amantes... kkkkkkkk)

Gray sofre uma grande dor (não vou contar pra não estragar a leitura... rsrsrs)
e parte deixando Isabel livre por quatro anos...
Um belo dia ele volta... e não parece ser o mesmo homem com quem ela se casou...e jamais consumou o casamento...

Na verdade Gray volta disposto a levar uma vida normal... com tudo que um romance bonito pode ter...mas Isabel se recusa a aceitar a quebra do acordo...

Dois detalhes super interessante...

Isabel é quatro anos mais velha que Gray... o que na época é um verdadeiro escandalo...rsrsrs

Gray é uma semelhança viva do primeiro marido calhorda de Isabel... o Pelham...

É uma estória com ingredientes fortes... e com certeza polemica... kkkk

Mas apesar de não ser admiradora desse tipo de estória... eu gostei... e devo acrescentar que gostei muiiiiiiiiiiito...

A luta de Gray para convencer Isabel que eles podem viver um grande amor é linda...

E ainda tem um casal coadjuvante que merecia com certeza estória própria...o irmão da Isabel com uma americana... outro escandalo... rsrsrs

Ainda resta salientar que constantei mutilação... nada que comprometa o enredo... mas continua sendo um crime...

E finalmente... devo acrescentar que o livro é muito sensual com cenas calientes... mas sem vulgaridade... apesar de descrever algumas cenas com os outros parceiros... nada que comprometa a estória... mas um toque apimentado e totalmente diferente dos romances a que estamos acostumadas...

Eu gostei e indico... Essa é apenas a minha humilde opinião...

Nota 10

Ps. Nem comentei a foto...mas nem precisa né meninas???

0 comentários:

Postar um comentário

Olá sejam Bem-vindos! E por favor deixem seus comentários.

Subscribe