A Aventura

Jenna McCue quer um filho, e escolheu Spencer Smith para ser o pai... ou melhor, o doador. Ela garante ao famoso aventureiro e solteirão não precisar de absolutamente nada, somente de seu precioso fluido. Ele concorda com a proposta, mas sob uma condição: ser um doador á moda antiga.
Porém, contrariando seu enorme desejo de ser mãe, Jenna não fica logo grávida. O que significa que ela e Spencer precisam tentar e tentar novamente. Quando Jenna engravida, já está perdidamente apaixonada por Spencer, mas contar a verdade significa nunca mais voltar a vê-lo. Afinal, isso faz parte do acordo. Ou não?



Meu Comentário:

Para ela uma negociação. Para ele uma aventura.
Ele se propõe a ensiná-la a ser “mulher” e o livro todo é deliciosamente sensual, sem o apelo vulgar que geralmente permeia e contamina livros com tão boa proposta, tornando-os indigestos.
Eu que sou romântica incurável amei esse livro, pois o conjunto foi de uma beleza, simplicidade e meiguice, capaz de enternecer o coração.
Num certo ponto do livro, os dois estão apaixonados e decidem fazer pequenos embustes para não ter que terminar a relação no prazo determinado, e essa parte do livro é pra mim a mais bela, já que eles ficam numa ilha deserta.
Pra mim o livro é excelente.
Certeza de leitura light e gostosa, ideal para intercalar entre aqueles livros pesados e densos tipo “Desvairado Amor”.
Nota 10

0 comentários:

Postar um comentário

Olá sejam Bem-vindos! E por favor deixem seus comentários.

Subscribe