Ao se mudar para o rancho de sua família, Sierra McKettrick não esperava se sentir tão atraída por Travis Reid, o responsável pela administração do local. Mas ela ficou ainda mais perturbada quando seu filho afirmou ter visto um garoto misterioso andando pela casa, ao mesmo tempo em que um bule de chá antigo começou a aparecer em lugares inesperados...

Quando Sierra descobriu que, em 1919, a viúva Hannah McKettrick, sua ancestral, esteve na mesma situação em que ela se encontrava, começou a se dar conta de que a atração entre ela e Travis talvez fosse a menor de suas preocupações? Morando no mesmo rancho com o filho e Doss, seu cunhado, os sentimentos confusos de Hannah em relação a Doss e os problemas de saúde do menino ocupavam todos os seus pensamentos... Poderiam Sierra e sua ancestral estar vivendo vidas paralelas?

Meu Comentário:

Temos um livro... duas histórias simultâneas... Uma mesma fazenda com histórias de vida e de amores muito parecidas... separadas por anos...

Uma em 1919.

A outra em 2007.

Confesso que gostei muito mais da história de 1919 entre Doss e Hannah.

Talvez a explicação seja o amor impossível de Doss pela cunhada que agora é uma viuva.

Hannah se vê seduzida pelo cunhado e vamos combinar o homem é irresístivel. Achei que a Hannah foi até bem forte, mas a entrega do casal é digna de nota 10, a  primeira vez dele é incrível.

Eu pelo menos senti uma química impossível de resistir. Admito também que chorei no trecho em que Doss propõe uma troca com Deus e nesse gesto constatamos o tamanho do amor de Doss por Hannah.

Segue abaixo a proposta de Doss:


Doss limpou a garganta, respeitosamente.

- Hannah não poder perder aquele garoto - continuou. - Você levou Gabe e, se não se importa que eu diga, isso já foi muito ruim. Acho que o quero dizer é, se você quer mais alguém, então deve me levar, não Tobias. Ele só tem oito anos e toda a vida para viver. Não sei exatamente que tipo de negócios você dirige aí em cima, mas se houver gado, sou um bom caubói. Posso cavalgar os melhores cavalos também e serei útil, tem minha palavra. - Fez uma pausa, tinha o rosto quente. Sabia que estava agindo como um maldito idiota, mas estava desesperado. - Essa é a minha proposta, assim, amém.

Ele apagou a vela, não seria nada bom se a igreja pegasse fogo e queimasse até os alicerces, e se virou para sair. O dr. Willaby estava em pé bem do lado de dentro da porta, apoiando-se em sua bengala por causa do pé inchado de gota e vestido para uma longa e dura viagem até o Tripe M.

-Você devia contar a Hannah. - disse-lhe o velho médico.
- Contar o quê? - perguntou Doss, constrangido ao ser apanhado abrindo seu coração como algum pecador arrependido.
- Que você a ama o bastante para morrer no lugar do menino dela.

Doss ouviu uma carroça e uma parelha de cavalos pararem diante da igreja.
- Ninguém precisa saber disso além de Deus. - disse ele, e colocou o chapéu com força na cabeça. - E o que você está fazendo aqui, além de escutar uma conversa particular de um homem?

O médico sorriu. Era um homem corpulento, com o rosto parecido com uma lua cheia, uma barba maltratada e pequenos olhos inteligentes que pareciam não perder nada.

Já a história de 2007 é mais complicada porque o emocional de Sierra influência muito sua vida e a Linda Lael Miller não teve, talvez, tempo suficiente para desenvolver o amor de Travis e Sierra.

Sierra foi roubada da mãe aos 2 anos e não teve nenhuma ligação com os McKettric. Por isso na sua estranha ligação com Hannah e sua vida passada é que vemos Sierra descobrir sua ligação profunda com sua família e a faz se sentir finalmente uma legítima McKettric.

Temos uma interação entre o garoto Tobias de 1919 e Liam, filho de Sierra em 2007. Eles são muito parecidos, com as mesmas inseguranças e desejos, o que os torna de certa forma cúmplices e amigos, vivendo no mesmo quarto, separados por anos.

Neste livro também conhecemos Meg que é o próximo livro e de quem eu já gostei de cara.

Nota 10.

4 comentários:

ALEXIS disse...

Mara eu comecei a ler esse, então chegou o Roarke e ai já viu, né?! kkkkkkkkkkk Mas assim que acabar de ler Eternidade/ Êxtase Mortal vou terminar ele.
O livro da Meg eu já li e adorei.
Vc não imagina quem aparece no final.....
bjus

Mara disse...

Oi Alexis!

Leia sim, vc vai gostar!

Quanto ao livro da Meg, li na sequencia... e vi sim quem aparece no final...rs

Ehhhhhhhh Meu Creed predileto!

bjos
Mara

ALEXIS disse...

MAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAARA!!!!!
To lendo!! to lendo!!! que Doss é esse? OMG!!!! CATAPLAFT!!!!PLOFT!!! to caindo da cama!!!

Mara disse...

Alexis!

Eu disse que Doss é o melhor!

Eu simplesmente amooooooooo o Doss! E só para constar... achei melhor do que o Tyler... e olha que eu gostei do Tyler heim..rs?

bjos
Mara

Postar um comentário

Olá sejam Bem-vindos! E por favor deixem seus comentários.

Subscribe