Um rei apaixonado

O príncipe Philip jurara cumprir seu dever real: um dia conseguir uma esposa adequada, em um tradicional “arranjo” sem amor, e gerar um herdeiro para o trono. No entanto, subitamente, ele se tornou rei. E, ao conhecer Hannah Renault, a estranha que deveria se tornar sua esposa, seus planos de se manter distante dela foram subitamente esquecidos... subjugados pelo desejo...

Meu Comentário:

O Rei

Hannah empenhou 8 anos de sua vida para se tornar a rainha de Philip, pois desde os 16 anos era sua prometida. Ela é uma mulher honesta e de princípios e isso cativa o Rei a ponto dele esquecer as próprias resoluções e baixar a guarda permitindo assim o desencadear de uma grande paixão, transformando o casamento de conveniência em um relacionamento de verdade.

Quando Hannah se declara, Philip recua e se nega o direito de amar, pois se acha incapaz de retribuir ou ser merecedor da felicidade.

Ponto positivo para ele foi ele correr atrás a tempo de impedir a partida definitiva de Hannah de sua vida.

Também gostei do fato de Sophie, a irmã do Rei ter um gênio forte e ser muito persistente.

Amei o Ethan, irmão bastardo do Rei, uma especie de arqui-rival... como todos sabem eu tenho um fraco pelos rejeitados bastardos e tenho certeza que vou gostar muito do Ethan ainda.

Ah, gostaria muito da história de Sophie, pois o Rei e ela sofreram muito com o descaso e o desamor dos pais.

Enfim, 7,5 (bonitinha ...mas esquecível)

Príncipe da sedução

O príncipe Ethan jamais teria dormido com uma funcionária do palácio, mas Elizabeth Pryce estava irreconhecivelmente linda, atraente demais, e... No entanto,ao finalmente descobrir a identidade de sua musa sedutora, descobriu também que ela esperava um filho seu. Assumir um relacionamento diminuiria o impacto do escândalo... mas poderia fazer a ardente paixão entre eles fugir ao controle...



O Príncipe

Ethan, filho ilegítimo e irresistível do Rei da Ilha de Morgan.

Tem um relacionamento difícil com Philip seu irmão que agora é o Rei, e apenas o amor de Sophie sua irmã mais nova é capaz de faze-lo participar da vida no palácio.

Lizzy faz parte do Staff do palácio e é terminantemente proibido o envolvimento de membros da familia real com funcionários do palácio. Além de ser funcionária do palácio e não ter sangue nobre, Lizzy ainda é divorciada.

Quando se encontram a primeira vez, Lizzy está vivendo uma Noite de Cinderela.

Ethan se impressiona e sai à caça. Lizzy apesar da relutância inicial acaba se deixando seduzir, alegando a si mesma que seria um caso de uma noite.

Mas, quando se dão conta, é impossível ficarem longe um do outro, é difícil resistir e voltar à razão... mas... nem Lizzy, nem Ethan são adeptos do casamento, pelo contrário, eles se recusam a assumir um compromisso.

Diferente da sinopse um bebê não é a causa de assumirem o relacionamento publicamente. A razão é que Philip, o rei, descobriu tudo e Ethan para salvar o emprego de Lizzy inventa o noivado que duraria só um tempo... háhá... são tão ingênuos.

Enfim, Lizzy e Ethan aproveitam os dias juntos, pois terminará em breve (kkkk )... Ethan adia todos os dias o fim público do noivado e ... sim Lizzy engravida finalmente (eita sinopse mais furada).

Momento ogro do Ethan pra não perder o costume... hihihi

Finalmente o final feliz.

Cena bonita mostrando a reconciliação de Philip e Ethan.
Nota 8 (gostei mais do que da estória do Rei)

Ps. Deve ser série, pois Ethan pede autorização para sair à caça dos outros bastardos do reino.

0 comentários:

Postar um comentário

Olá sejam Bem-vindos! E por favor deixem seus comentários.

Subscribe